---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Arraste widgets para dentro do bloco. excluir bloco

  • Apresentação

    Seara, cuja denominação significa terra de abundantes grãos cerealíferos. Tem no seu nobre povo, a semear no tempo, muito trabalho e dedicação. Em 1924 iniciou-se a demarcação das terras e colonização do povoado de Nova Milano, hoje Seara.

    Agricultores pobres vindos do Rio Grande do Sul, das regiões próximas a Guaporé, Serafina Correa e Casca. Vinham a se estabelecer em Nova Milano, munidos apenas de suas precárias ferramentas de agricultura, sementes e sonhos de um futuro bom. Adquiriam uma ou duas colônias de terra, onde cultivaram o milho, trigo, cevada, aveia, arroz, mandioca e, criando suínos, bovinos e caprinos, como atividade imediata de produção agrícola.

    Originalmente, Nova Milano, pertencia ao Distrito de Itá, município de Concórdia. Em 15 de março de 1944, Nova Milano passou a se chamar Seara. Sugestão do então prefeito de Concórdia, Dogello Goss, homenageando o Engenheiro Agrimensor Carlos Otaviano Seara, que era encarregado de trabalhos de demarcação de terras pelo Estado. No dia 03 de abril de 1954 Seara emancipa-se de Concórdia.

    O município de Seara possui 312,54 quilômetros quadrados, e aproximadamente 18 mil habitantes. Faz parte da Microrregião do Alto Uruguai Catarinense e tem suporte financeiro baseado nas atividades da sua maior indústria, a Cargill/Seara Alimentos S/A.

    Além da produção de grãos, o comércio local e a crescente preocupação e interesse de ordem ambiental, ecológica e qualidade de vida da sua população.

    O Distrito de Nova Teutônia possui um acervo museológico. O Museu Entomológico Fritz Plaumann, é o maior conjunto entomológico das Américas e recebe inúmeros visitantes e estudiosos do Brasil e exterior, estabelecendo para Seara um turismo científico e cultural admirável.

    O povo searaense é a mescla de descendência italiana, alemã e eslava. Que vieram a estabelecer Seara à sua condição atual de merecida grandeza dentro do cenário sócio-econômico do Estado Catarinense.

  • IDMS - Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável

    Índice Geral: 0,638

    O IDMS é uma ferramenta para a aplicação do conceito de desenvolvimento municipal sustentável construído a partir de uma série de indicadores considerados fundamentais para diagnosticar o grau de desenvolvimento de um território. Esse índice, ao avaliar o desenvolvimento, configura-se como uma ferramenta de apoio à gestão capaz de evidenciar as prioridades municipais e regionais e situar as municipalidades em relação a um cenário futuro desejável. A sustentabilidade é entendida como o desenvolvimento equilibrado das dimensões Social, Cultural, Ambiental, Econômica e Político-institucional.

    Sociocultural

    0,771

    Econômica

    0,604

    Ambiental

    0,537

    Político Institucional

    0,641

Arraste widgets para dentro do bloco. excluir bloco

  • Informações Municipais

    • Prefeito(a): Edemilson Canale
    • Vice Prefeito(a): Flavio Ragagnin
    • Microrregião: Microrregião do Alto Uruguai Catarinense
    • Aniversário: 03/04
    • Habitantes: 17526 (IBGE/2017)
    • Eleitores: 14076 (TSE/2017)
    • PIB: R$ 787.601.000,00 (IBGE/2015)
  • Símbolos Municipais

    Bandeira

    Brasão


    Hino